5 Tendências para o RH em 2021

Tendencias para o RH em 2021

2020 foi um ano atribulado. Diante da pandemia da Covid-19, a necessidade de distanciamento social para proteção contra a doença e a crise financeira, as empresas e o mercado de trabalho precisaram se reinventar.

Um novo modelo de trabalho precisou ser implantado nas organizações, demandando a flexibilização de regras e horários, a liberação do home office e muitas outras mudanças. Bom, 2020 acabou e agora você quer saber: o que fica para o próximo ano?

Neste post, vamos mostrar tendências para o setor de RH para 2021. O que esperar do mercado e como adaptar as estratégias corporativas à realidade? Confira agora dicas para RH, de acordo com os novos rumos empresariais.

1.      Crescimento do trabalho híbrido e remoto

Considerando que em 2021 o novo coronavírus continua a circular e a previsão de imunização está longe de acabar (apenas de já ter iniciado em boa parte do mundo), a tendência é que as empresas precisem manter o modelo de trabalho remoto ou híbrido – em que parte dos funcionários trabalha de casa e outra fração fica na empresa.

Além disso, uma pesquisa realizada em meados de 2020 pela empresa Robert Half mostra que 86% dos entrevistados preferem continuar trabalhando em home office mesmo após o controle da pandemia.

A grande questão é que a experiência no ano passado mostrou que o teletrabalho pode ser vantajoso tanto para os colaboradores quanto para as empresas. Enquanto para os funcionários o home office pressupõe:

  • Menos horas no trânsito;
  • Mais qualidade de vida e contato com a família e
  • Flexibilidade de horário

Para a empresa, observou-se um aumento na produtividade e redução de custos com infraestrutura, limpeza, energia elétrica e outros gastos diários. Um estudo realizado pelo professor de economia de Stanford, Nicholas Bloom, concluiu que houve uma melhoria de performance de 13% com os funcionários em home office, resultando em um aumento de 22% no faturamento da empresa para a qual trabalhavam.

2.      Cuidado com o bem-estar do funcionário

Porém, se por um lado o trabalho remoto trouxe diversos benefícios à vida dos funcionários, por outro resultou em um grande impacto na saúde mental, física e até financeira.

4 em cada 10 trabalhadores relatam efeitos psicológicos ao começar a trabalhar de casa, de acordo com um levantamento do Workana. Depressão, ansiedade e insônia são os problemas mais comuns, agravados pelo medo relacionado à pandemia e a falta de convivência social.

À medida que a vacinação for acontecendo e gerando resultados positivos na imunização geral, é provável que os efeitos mentais sejam amenizados, mesmo para quem continuar em home office. Isso porque os filhos voltam à escola e o medo e o isolamento serão reduzidos.

Porém, como ainda não se sabe qual será esse momento, a tendência para o RH em 2021 é criar políticas e campanhas com foco em bem-estar e saúde. Afinal, manter a sanidade do pessoal é positivo para os bons resultados da empresa e seu clima organizacional.

Para isso, a empresa pode oferecer:

  • Planos de saúde e tratamento psicológico como benefício corporativo;
  • Flexibilização dos horários de trabalho e pressão para entregas, considerando que os funcionários precisam conciliar trabalho à vida pessoal em casa;
  • Acompanhamento online dos colaboradores, com avaliações de desempenho, conversas para feedback;
  • Incentivo à prática de atividades físicas e relaxamento, como yoga, ginástica laboral online, meditação e outros.

3.      Cuidado com a saúde financeira do funcionário

Dentro da lógica do bem-estar, uma das maiores preocupações dos funcionários em 2020 era com sua vida financeira. A dúvida sobre uma possível demissão (ou até a concretização) e a redução salarial autorizada pelo governo geraram instabilidade emocional a muitos colaboradores. A insegurança é um fator crucial à produtividade dos funcionários no trabalho.

Em 2021, há ainda a dúvida sobre a retomada do auxílio emergencial, benefício que contribuiu com 65 milhões de pessoas no país.

Com isso, a tendência é que as empresas criem planos de carreira ou ofereçam outros tipos de benefícios para garantir uma vida financeira mais estável. O empréstimo consignado privado, por exemplo, é uma modalidade de acesso a crédito que pode ser oferecido pelas empresas. A cobrança do empréstimo sai diretamente da folha de pagamento, o que faz com que os riscos e os juros sejam reduzidos.

Quer saber mais? Entenda agora tudo sobre o empréstimo consignado como benefício corporativo.

4.      Employee Experience

Uma forte tendência para 2021 é a experiência dos funcionários (Employee Experience ou EX), que consiste em valorizar as interações que o colaborador tem com a empresa. Afinal, passamos muito tempo por dia dedicados ao trabalho e cada uma das experiências adquiridas no dia a dia interfere em nossa vida pessoal e na forma como enxergamos aquela empresa.

Ao partir para uma gestão humanizada, o RH e os líderes colocam o funcionário no centro das preocupações, encontrando formas de respeitar as necessidades pessoais de cada ser humano. Seja oferecendo:

  • Feedbacks regulares para que a pessoa possa entender o que a empresa espera dela e aperfeiçoe seu comportamento e modo de trabalho;
  • Benefícios corporativos flexíveis, ou seja, que façam sentido para o funcionário. Se a maior parte do corpo de empregados trabalha de casa, por exemplo, por que não oferecer vale-internet, equipamentos eletrônicos de qualidade para o trabalho, flexibilizar os horários ou até bolsas para cursos online?
  • Possibilidades de socialização mesmo online, como happy hour mensal, comemoração de aniversários, workshops e lives para aprendizado e outros.

5.      Processos de RH online

Como falamos acima, treinamentos, processo de recrutamento de pessoal, reuniões e workshops agora podem ser realizados totalmente online. A tendência para 2021 é que esse modelo permaneça, uma vez que facilita a logística na empresa, retirando a necessidade de que candidatos e palestrantes precisem comparecer ao escritório.

Por meio da videoconferência, é possível reunir centenas de pessoas em uma mesma reunião, o que muitas vezes é impossibilitado em empresas pequenas, com estrutura reduzida. O modelo online ainda ajuda a reduzir custos e tempo dos funcionários.

Além disso, os avanços da tecnologia junto com a pandemia impulsionaram que as empresas automatizassem seus processos internos de RH. Isso otimiza o trabalho do setor e garante mais eficiência e menos erros.

Para finalizar, é preciso dizer que são muitas as formas que a empresa tem para se adaptar às novas exigências do mercado. O principal é compreender os funcionários como pessoas, com necessidades, dificuldades e interesses distintos e procurar valorizá-los. 

Quer conhecer mais sobre o benefício da EmCash? Preencha o formulário e entraremos em contato com você.