A importância do bem-estar corporativo: felicidade é relevante ao trabalho?

bem-estar corporativo entenda a importancia

Um assunto tem sido pauta quando se fala em Gestão de Pessoas: o bem-estar corporativo. Principalmente com o advento da pandemia da Covid-19, em 2020, a saúde mental, física e financeira dos colaboradores se tornou prioridade.

Programas de RH devem levar em conta a felicidade e saúde dos colaboradores, uma vez que interferem diretamente na motivação no trabalho, engajamento da equipe e, consequentemente, na produtividade e longevidade do negócio.

Entenda agora tudo sobre bem-estar corporativo e como proporcionar à sua equipe.

O que é bem-estar corporativo?

Bem-estar corporativo diz respeito à saúde e felicidade das pessoas que trabalham em uma empresa. Afinal, fatores internos e externos ao negócio podem interferir no bem-estar dos funcionários e as pessoas passam muitas horas do seu dia dedicadas ao trabalho.

É preciso lembrar que trabalhadores são humanos e não máquinas e, com isso, têm necessidades, desejos, problemas pessoais, dias bons e ruins. Buscar pelo bem-estar corporativo, portanto, é encontrar práticas organizacionais que garantam qualidade de vida das pessoas — seja coletiva ou individualmente.

Podemos dividir o bem-estar corporativo em:

  • Saúde física: a integridade física é fundamental ao trabalho e a empresa deve proporcionar meios de prevenção a doenças, dores corporais e outros problemas de saúde. No caso da Covid-19, por exemplo, as empresas são responsáveis por garantir a segurança do funcionário frente ao vírus.
  • Saúde mental: Burnouts, estresse, crises de ansiedade e depressão são cada vez mais frequentes e, muitas vezes, estão ligados ao trabalho, à sobrecarga e pressão no ambiente corporativo.
  • Saúde financeira: por fim, o bem-estar financeiro dos funcionários também deve ser priorizado, uma vez que problemas com dinheiro podem afetar na concentração e motivação do colaborador no dia a dia.

Qual a importância do bem-estar corporativo?

Investir nesses três tipos de saúde, portanto, é essencial para o crescimento do negócio.

Produtividade

Uma gestão humanizada não pensa mais o funcionário como mera ferramenta de produção. As empresas são consideradas organismos vivos que funcionam com base nas ações humanas.

Desempenho, afinal, depende de criatividade, inovação, capacidade produtiva e interação com clientes, todos esses fatores humanos. Para que esses fatores sejam alcançados, é importante que o profissional esteja satisfeito, tranquilo e saudável.

Um levantamento da London School of Economics mostrou que as empresas brasileiras perdem mais de R$ 300 bilhões em produtividade devido aos altos índices de depressão.

Uma pessoa deprimida tende a faltar ao trabalho ou, se está presente, não consegue ter o mesmo rendimento de quando está saudável.

Retenção de talentos

Além da produtividade, o bem-estar afeta na estrutura das equipes. Funcionários insatisfeitos tendem a pedir demissão, atrasar no trabalho ou mesmo ficar afastados. Transtornos mentais são a terceira maior causa de afastamento do trabalho no país.

Ao investir em bem-estar, os funcionários tendem a se sentir pertencentes àquela empresa e orgulhosos do local onde trabalham. A premissa aqui é que ao se sentir valorizado e com sua saúde em dia, o colaborador queira ficar mais tempo na empresa.

Quanto mais “tempo de casa”, mais aprendizado sobre o negócio e sua função o funcionário terá. E isso reflete na qualidade do seu trabalho.

Além disso, reter talentos contribui para que a empresa economize com encargos de demissões, novas contratações e treinamentos.

Como proporcionar mais bem-estar na empresa?

Existem diversas ações que podem ser implementadas para garantir mais bem-estar corporativo. Todas elas devem estar alinhadas com a cultura organizacional, que deve transmitir respeito e valorização às pessoas e suas necessidades.

Avalie o clima organizacional

Fazer uma pesquisa de clima é muito interessante para compreender como está o ambiente de trabalho, a satisfação dos empregados e o relacionamento entre colegas, líderes e equipes.

Procure fazer um diagnóstico dos pontos que causam insatisfação aos funcionários e o que pode ser melhorado. Principalmente em empresas grandes e complexas pode ser difícil identificar as queixas dos funcionários, por isso uma pesquisa completa pode ser importante.

Para empresas menores, conversas periódicas e francas entre RH, líderes e funcionários podem ser suficientes (e mais baratas) para dar este panorama.

Valorize o trabalho dos colaboradores

Todo funcionário gosta e precisa de ter feedbacks sobre o seu trabalho e é importante recompensar as equipes quando há um bom desempenho.

Ao ser valorizado, o funcionário se vê como fundamental para o andamento do negócio e isso dá mais motivação para trabalhar. Ele também fica orgulhoso de si mesmo, o que impacta em sua autoestima e saúde mental.

É importante ainda ter metas claras e oferecer oportunidades de crescimento dentro da empresa para incentivar a produtividade.

Repense o programa de benefícios

Sua empresa oferece benefícios corporativos que realmente contribuam para a vida do colaborador?

Uma pesquisa realizada pela Universidade de Oxford em parceria com a seguradora Zurich mostra que 67% dos profissionais brasileiros preferem benefícios a aumentos de salário.

Isso porque os benefícios têm um impacto direto no bem-estar. É possível oferecer benefícios para:

  • Saúde física, como planos de saúde, ginástica laboral, programas de segurança do trabalho, descontos em academias de ginástica, alimentação saudável na empresa etc.;
  • Saúde mental, como terapia, horários mais flexíveis, sistema híbrido de trabalho (quando o colaborador pode optar pelo home office e trabalho presencial) e outros;
  • Saúde financeira, como programas de educação financeira, bolsas de estudo, previdência, plataformas de desconto ou cashback, empréstimo consignado e outros.

Para definir quais benefícios oferecer, é importante fazer o diagnóstico dos anseios dos próprios colaboradores e balancear com o orçamento da empresa.

Empréstimo consignado privado como benefício corporativo

Um dos benefícios corporativos financeiros que podem ser oferecidos é o empréstimo consignado privado (para empresas privadas).

Caso seus funcionários estejam com problemas com as contas, eles terão menos disposição e concentração para trabalhar, já que a preocupação e o estresse se sobressaem.

O empréstimo consignado é uma forma de conceder crédito a juros menores, facilitando o pagamento das prestações, já que é descontado diretamente da folha salarial.

Com a EmCash, fintech especialista no serviço, basta que sua empresa se torne parceira e cadastre os funcionários. Eles terão acesso a uma plataforma digital para solicitar o empréstimo, com base em uma análise de crédito. O valor do empréstimo vem de investidores da plataforma, o que não onera a sua empresa.

Quer saber mais sobre o empréstimo consignado como benefício corporativo? Acesse o link!

Quer conhecer mais sobre o benefício da EmCash? Preencha o formulário e entraremos em contato com você.