Desafio 52 semanas: como ter dinheiro no bolso daqui a um ano?

desafio 52 semanas

Chegou o fim de 2020 e seu saldo no banco está zerado? Isso é normal, ainda mais em um ano de crise como foi esse. Além do mais, você não é o único. De acordo com o Indicador de Bem-Estar Financeiro de 2019, apenas 10% dos entrevistados dizem que sempre ou frequentemente chegam ao fim do mês com sobra de dinheiro, enquanto 60,5% nunca ou raramente chegam.

Apesar de ser a realidade da maioria, essa situação é reversível, com atitudes simples. Sabia que começando com a economia de R$1 por semana você consegue chegar ao fim do ano com saldo positivo? É o que propõe o Desafio 52 Semanas e nós vamos te explicar agora como funciona.

O que é o Desafio 52 semanas?

Juntar dinheiro é essencial para ter uma vida financeira saudável. Com isso, ter um planejamento para que você consiga economizar é uma boa saída para quem gasta tudo o que recebe e acaba encerrando o mês com saldo negativo ou no “zero a zero”.

O Desafio 52 semanas é um método criado para estimular que você poupe uma pequena quantia por semana, chegando ao fim do ano com uma economia de, pelo menos, R$ 1.378.

52 semanas correspondem a um ano completo, daí o nome do desafio, e é um período considerável para que você consiga criar o hábito de poupar e ainda juntar um montante suficiente para alcançar suas metas ou apenas fazer o seu dinheiro render.

Se você seguir o desafio à risca, terá, em janeiro, seu 13º salário e mais uma reserva para tirar suas férias, pagar a fatura das compras de Natal ou até se dar um presente como recompensa. O grande ponto do desafio é fazer com que você desenvolva o hábito. O valor final será a consequência.

A virada do ano é uma ótima oportunidade para começar seu desafio, já que esse período é favorável para se planejar e traçar metas para o ano. Veja só como funciona.

Como funciona o Desafio 52 semanas?

O desafio foi criado por uma norte-americana, Kassondra Perry-Moreland decidiu começar a economizar no primeiro dia do ano. A proposta original, feita por ela, é a seguinte:

Comece economizando R$ 1 e aumente a quantia em R$ 1 todas as semanas durante 52 semanas. Na primeira semana, você poupa R$ 1; na segunda, R$ 2, na terceira, R$ 3 e assim por diante, até que você chegue à 52ª semana, poupando R$ 52.

No total, você terá economizado R$ 1.378,00.

Para te ajudar, preparamos uma tabela com todas as semanas do ano, o valor correspondente a quanto você precisa economizar na semana e o total economizado até então. Você pode imprimir e marcar as semanas concluídas, assim você consegue controlar o quanto já cumpriu e ainda tem uma motivação para continuar. Baixe aqui sua tabela e comece o Desafio 52 semanas.

Que tal dobrar o desafio?

Se você está na linha do “quando atingirmos a meta, nós dobramos a meta”, você pode adaptar o desafio à sua realidade financeira. Quanto mais você poupar, mais dinheiro terá no fim do ano.

O que estamos dizendo é que, apesar das regras originais, você tem toda a liberdade de adaptar o jogo de acordo com a sua renda mensal. Este é apenas um método, mas quem controla suas finanças pessoais é você.

O importante é ter organização financeira e ser fiel ao desafio que você se propôs. Siga toda semana e não abra exceções, caso contrário você poderá perder o fluxo do hábito.

É como quando você decide ir à academia. No início é chato e você precisa fazer um esforço. Mas você persiste e acaba entrando em um “flow”, que te faz querer manter a frequência. Aí, em um dia chuvoso, você decide faltar. Na semana seguinte, falta novamente. E, quando percebe, já desistiu e continua pagando a mensalidade sem praticar os exercícios.

Se interessou por criar suas próprias metas? Também temos uma tabela para você. Baixe sua tabela, imprima e preencha com os valores que deseja guardar por semana.

E que tal inverter o desafio?

Se para você é muito difícil chegar ao fim do ano com o valor mais alto para poupar e prefere usar sua motivação e renda atuais, inverta o desafio: comece investindo R$ 52 na primeira semana, R$ 51 na segunda e assim por diante. Para algumas pessoas, essa técnica é mais atrativa. Baixe aqui sua tabela do desafio invertido.

Para remanejar o desafio, entretanto, é necessário um bom controle financeiro. Tenha antes um planejamento do seu orçamento mensal (quanto ganha e quanto gasta) para saber se você terá esse valor antes de começar a se desafiar. Lembre-se que para conseguir poupar, você precisará cortar esse gasto de algum lugar.

Veja também como fazer um bom planejamento financeiro pessoal.  

Por que é tão importante poupar?

Ficou animado em começar já na primeira semana de janeiro? Se você ainda está em dúvida, tenha em mente que economizar é essencial, por inúmeros motivos, como:

  • Criar uma reserva de emergência para se prevenir caso algo aconteça, como uma demissão na família, uma mudança de carreira, a chegada de um filho, gastos médicos por alguma doença e outros.
  • Ter uma aposentadoria mais tranquila. Ao chegar à terceira idade, é possível que sua renda seja reduzida devido ao plano de previdência. Além disso, é importante ter uma reserva para arcar com custos médicos e outros projetos que você queira executar quando estiver aposentado.
  • Conseguir realizar aquele sonho que está guardado na gaveta há anos. Muitas pessoas adiam viagens, cursos, a compra de um imóvel e outros sonhos por nunca ter o suficiente. Ao começar agora, você terá, daqui a certo tempo, o bastante para conquistar esses objetivos.

Ter esses motivos em mente te ajudará a se manter disciplinado durante o desafio.

Onde guardar esse dinheiro?

Se você já topou participar do Desafio 52 Semanas, precisa agora definir onde guardar esse dinheiro economizado. Nunca deixe em sua conta corrente, já que você pode perder o controle e gastar facilmente. Colocar na poupança também não é recomendado, já que a rentabilidade é baixa. Mais do que guardar esse dinheiro, é interessante fazê-lo render ao longo do ano.

A dica é escolher entre diferentes tipos de investimento, buscando modalidades de baixo risco e com melhor rentabilidade, como títulos do Tesouro Direto, CDBs ou até investir no empréstimo consignado pessoal.

Quer entender melhor? Conheça mais sobre o empréstimo pessoal e saiba como investir!

Quer conhecer mais sobre o benefício da EmCash? Preencha o formulário e entraremos em contato com você.