O que é employer branding e qual sua importância?

Qual a empresa que você tem ou já teve o sonho de trabalhar? Todo profissional, em algum momento da carreira, já parou para refletir sobre essa pergunta. E a resposta está – quase sempre – nas empresas que adotam o employer branding.

Sabe por quê? Porque são elas que investem em manter sua marca atrativa e com uma imagem de ótima empresa para se trabalhar. Se você, como gestor ou profissional de RH, quer essa mesma imagem para a sua organização, precisa entender melhor sobre esse conceito.

Por isso, veja agora tudo sobre employer branding, sua importância e como utilizar técnicas para reter e atrair talentos.

 O que é employer branding?

Employer branding é um termo em inglês para “marca do empregador”, isto é, técnicas de marketing para criar uma imagem positiva da empresa como um bom lugar para se trabalhar. É o que faz grande parte das empresas com o título de GPTW (Melhores Empresas para Trabalhar) pelo mundo.

Enquanto o branding tradicional tem o objetivo de criar uma reputação na mente dos clientes e outros stakeholders como acionistas e a sociedade, o employer branding foca no corpo de funcionários.

O resultado é que os funcionários se sentem valorizados e entendem que aquela empresa trará vantagens para sua carreira e vida profissional.

Qual a importância de adotar o employer branding?

O employer branding é capaz de impactar todo o desempenho da organização e, mais que uma tendência, se tornou fundamental para a longevidade do negócio.

Ao adotar esta estratégia de forma bem sucedida, a empresa pode observar uma reação em cadeia, que passa por diferentes etapas, uma em consequência à outra:

1.  Retenção de funcionários

As estratégias de employer branding e suas técnicas de valorização dos funcionários fazem com que os colaboradores se sintam mais satisfeitos e motivados com o trabalho, reduzindo a taxa de rotatividade (turnover).

2.  Atração de talentos

Já no ambiente externo, este mesmo reconhecimento do valor da marca faz com que os candidatos a vagas de emprego se sintam atraídos à empresa. Eles entendem que aquela organização trará bons frutos profissionais e que terão um ambiente agradável para construir sua carreira.

Além disso, com o employer branding, o investimento em campanhas de recrutamento acaba sendo reduzido, uma vez que os candidatos já criaram o desejo de participar dos seus processos seletivos.

3.  Equipes de alta performance

A soma da manutenção de bons funcionários com a captação de candidatos de alto valor faz com que a empresa tenha em seu quadro pessoas de forte desempenho e motivadas com o trabalho.

4.  Satisfação dos clientes, competitividade e lucratividade

O resultado de equipes engajadas e que trazem bons resultados é o aumento da produtividade e de entregas mais alinhadas aos objetivos estratégicos da empresa. Tudo isso, contribui na geração de satisfação por parte dos clientes, aumentando vendas e obtendo mais lucratividade.

É claro que, ao lidar com pessoas, nada é assim tão matemático e linear. Por isso, teste diversas estratégias para avaliar o que está (ou não) dando certo.

Para saber se suas estratégias para criação da marca empregadora estão funcionando, avalie o desempenho das equipes, confira quantos novos funcionários foram incluídos no quadro e calcule o ROI (Retorno sobre o Investimento) de acordo com o custo com as ações de branding implantadas.

Como fazer employer branding na sua empresa?

Existem inúmeras técnicas de branding focado em RH e é preciso identificar o que condiz mais com a sua marca. Veja algumas opções:

Exponha os valores da marca

As pessoas desejam trabalhar em lugares que condizem com seus valores. Uma pessoa vegana, por exemplo, provavelmente não trabalharia em uma marca de roupas que produz peças em couro natural.

Atualmente, não basta mais ser reconhecido pelo produto ou serviço que presta, mas pelas ações sociais ou de sustentabilidade que realiza, pelo posicionamento político, se respeita a diversidade, se o foco é em inovação, criatividade ou é uma empresa mais tradicional etc.

Todos esses valores da marca criam uma “personalidade” para a empresa, ou seja, uma imagem pela qual as pessoas se identificam e passam a admirar.

Incentive que os funcionários compartilhem sobre a empresa

Ninguém melhor para mostrar que a empresa é um ótimo local para se trabalhar do que os próprios funcionários. Por isso, crie campanhas de comunicação interna e eventos corporativos com foco em possibilitar que eles compartilhem os acontecimentos do trabalho nas redes sociais.

Isso chegará a pessoas que estão fora da empresa, mas que fazem parte da rede de amigos dos seus colaboradores. Uma pesquisa da Harvard Business Review mostra que a referência de pessoas próximas (o marketing de indicação) pode ser mais impactante e mais convincente do que propagandas e outras formas de marketing.

Para isso, é importante:

  • Ter uma boa presença digital, ou seja, ter seus próprios perfis em redes sociais para que os funcionários possam marcar a empresa em suas publicações;
  • Liberar o acesso a redes sociais no ambiente da empresa, mesmo que moderado. Parece básico, mas muitas organizações ainda impedem o acesso por acreditar que atrapalhe a produtividade.

Ofereça benefícios atrativos

Mais do que remunerações justas, os profissionais procuram por empresas que os valorizem. Já falamos aqui sobre gestão humanizada, o que é fundamental.

Procure entender o que seus funcionários precisam e busque suprir essas necessidades com benefícios corporativos, de fato, valiosos. Tudo isso, é claro, de acordo com a realidade financeira da organização.

As empresas na lista de ‘melhores para se trabalhar’, em geral, contam com:

  • Plano de saúde e odontológico;
  • Participação nos lucros;
  • Licença maternidade e paternidade estendida, auxílio fralda e bolsa escolar para os filhos;
  • Alimentação balanceada durante todo o período de trabalho;
  • Ginástica laboral ou auxílio para academia;
  • Auxílio psicológico;
  • Empréstimo consignado privado;
  • Salas de descompressão no ambiente interno da empresa, como jogos, TV e local para descanso;
  • Regime de home office;
  • Flexibilidade de horários e muitos outros.

Veja agora o que são benefícios corporativos e entenda melhor o que você pode oferecer em sua empresa para colocar o employer branding em prática!

Quer conhecer mais sobre o benefício da EmCash? Preencha o formulário e entraremos em contato com você.