Educação Financeira para crianças: EmCash + Yours Bank

No Dia das Crianças, não havia um tema melhor para tratarmos por aqui do que Educação Financeira para crianças, não é mesmo? E para coroar essa data com um conteúdo de muita qualidade, a EmCash convidou um banco digital que entende tudo de contas e serviços para crianças e adolescentes: o Yours Bank.

Nesta segunda edição do EmCash Entrevista, batemos um papo com Felipe Diesel e Willian Santos, os fundadores da Yours Bank, para falarmos sobre a importância de inserir a educação financeira na formação de crianças e jovens.

Assista também à primeira entrevista do programa, com o tema Bem-estar financeiro para funcionários.

Qual a importância da educação financeira para crianças?

O Brasil ocupa apenas o 74º lugar em educação financeira no mundo, atrás de países ainda mais pobres, como Togo, Madagascar e Zimbábue, de acordo com a Pesquisa Global de Educação Financeira da divisão de ratings e pesquisas da Standard & Poors.

A educação financeira caminha a passos lentos por aqui e muitos adultos ainda não têm uma boa relação com o dinheiro. Quando falamos nas crianças então, esse assunto normalmente nem está presente no seu dia a dia.

Porém, entendemos que quando o tema é finanças, “quanto mais cedo, melhor”. Isso porque leva tempo para entender como tratar o seu dinheiro, como guardar, economizar e, principalmente, investir.

Se as crianças são deixadas de lado nesse assunto, elas só terão essa consciência quando forem adultas e precisarem se responsabilizar pelo salário e as contas que pagam. E entrar nesse mundo sem uma preparação e sem conhecimento por ser perigoso.

Quais as vantagens da Educação Financeira para crianças?

O benefício principal, é claro, é que as crianças aprendam a lidar com o dinheiro e, com isso, tenham menos problemas financeiros no futuro.

A intenção é fazer com que associem o ganho da mesada, por exemplo, a responsabilidades e objetivos.

De acordo com Felipe Diesel, “é importante alinhar o dinheiro pago junto a um compromisso, por exemplo: se você tem um cachorro e seu banho custa R$ 120 por mês. Em vez de dar de mesada R$ 100, você dá R$ 220 e a criança fica responsável por pagar o banho do cachorro. Para que ele entenda que o dinheiro está aliado a um compromisso e não só ao seu prazer.”

Além disso, é importante que as crianças entendam que elas fazem parte do orçamento de casa e que ganhar presentes ou ter outros gastos vai impactar nas contas de casa. Se eles entenderem a importância de economizar, por outro lado, isso pode ser um ponto positivo para manter a ordem das finanças da casa.

Qual a idade ideal para introduzir a noção de dinheiro?

A noção financeira pode ser introduzida antes mesmo dos 4 anos, quando entendem que consumir não é sinônimo de recompensa.

É claro que a linguagem para esta idade deve ser mais lúdica e a criança pequena não precisa ainda ter contato com o dinheiro ou, se tiver, pode ter um cofrinho, por exemplo.

À medida que ela vai crescendo, a educação financeira deve acompanhar. De 4 a 7 anos, por exemplo, os pais já podem oferecer uma “semanada” à criança para que ela gaste como quiser. Esse período mais curto ajuda a manter o controle dos gastos, uma vez que tempos mais longos podem ser confusos para a criança nessa idade.

a partir dos 7 anos, a mesada pode ser dada e a criança já entende o seu papel. Nessa fase, também é interessante introduzir os conhecimentos sobre saldo, como economizar, porque é importante guardar para emergências, anotar os gastos para que tenha mais controle e outros.

O Yours Bank pode ser muito útil, uma vez que esse acompanhamento é feito totalmente de forma digital, pelo aplicativo, tanto pelos pais quanto pela criança. Nesse app para os pequenos, eles ainda têm objetivos a serem traçados, sabem a porcentagem que falta para atingir a meta e outras informações interessantes.

Faz sentido falar de investimento com as crianças?

Claro que sim, mas sempre adequando a linguagem. Os pais podem começar a investir pelo filho e mostrar a ele como funciona e apresentar os rendimentos. Assim, ele se sente pertencente àquele processo, o que gera senso de responsabilidade e até um aumento na autoestima.

Com adolescentes, já é possível deixar que invistam (com a supervisão do adulto responsável), para que eles possam sentir na prática os ganhos e as perdas do rendimento.

Iniciativas como o Yours Bank são importantes para colocar a criança e o adolescente no centro de suas decisões financeiras. E isso será uma lição para toda a vida.

De acordo com os fundadores da empresa, “é importante lembrar que 70% dos adolescentes já consomem por aplicativos e fazem compras online. Mas só 1% desses jovens têm uma conta bancária, enquanto os outros 69% pagam com o cartão dos pais, e não têm uma conta que os ensine a gastar dinheiro corretamente. A nossa intenção, então, é trazer uma solução financeira completa para esses jovens que já fazem transações bancárias, mas aliando com a educação financeira.”

Se você gostou do assunto, que tal assistir à entrevista entre a EmCash e o Yours Bank na íntegra?

E se você quer saber mais sobre como ensinar aos seus filhos sobre dinheiro e planejamento com as contas, leia agora nosso conteúdo completo sobre educação financeira para crianças.

Quer conhecer mais sobre o benefício da EmCash? Preencha o formulário e entraremos em contato com você.