Onboarding de novos colaboradores: o que é e porque fazer

onboarding

Fazer o onboarding de funcionários significa receber as pessoas recém-contratadas e fazer com que sejam integradas à empresa. Afinal, fazer parte de um time e se sentir pertencente àquela cultura organizacional pode levar tempo e é papel da Gestão de Pessoas facilitar esse processo.

Quer entender melhor como fazer esse onboarding de novos funcionários e quais os impactos que esse processo tem na estratégia da empresa? Então, venha com a gente para mais essa conversa de RH!

O que é o onboarding e qual o objetivo?

O significado de onboarding é, traduzindo do inglês, “integração”. Ou seja, é realmente trabalhar para que os novos contratados se sintam parte da equipe e da empresa.

Afinal, o recrutamento é uma atividade muito relevante dentro do RH e contratar as pessoas certas pode ser crucial para a produtividade. Mas é importante que após a contratação a pessoas consiga se adaptar à rotina da empresa, caso contrário pode ficar desmotivada.

O onboarding de novos colaboradores deve ser feito logo após a entrada do funcionário na empresa. Isso porque este é o momento em que ele está mais empolgado para começar e ainda perdido em relação aos processos do negócio.

Para desempenhar sua função, é preciso fornecer e estimular seus:

Qual a importância do onboarding para a empresa?

O onboarding é uma estratégia da gestão de pessoas que tem alguns objetivos principais:

Retenção de talentos

Colaboradores que se sentem pertencentes àquela empresa tendem a querer permanecer no trabalho. A retenção é fundamental para o crescimento da empresa, já que funcionários mais antigos têm um conhecimento adquirido valioso para o negócio. A empresa ainda reduz custos com demissões, novos treinamentos e contratações.

Alinhamento dos objetivos estratégicos

O onboarding também serve para repassar aos contratados o planejamento estratégico da empresa e o que se pretende com aquela nova função.

Ao estar consciente dos objetivos globais do negócio, o funcionário ganha um sentido para seu trabalho, o que amplia sua motivação.

Gerar engajamento

Esse sentimento de pertencimento e “vestir a camisa” da empresa é importante para que o funcionário fique mais comprometido com o trabalho, seja mais criativo e produtivo.

O onboarding acelera sua satisfação com o trabalho, o que é essencial para que ele se sinta engajado com suas metas.

E para o funcionário, quais as vantagens?

Essa motivação gerada e a vontade de fazer parte daquele grupo é ligada não só à satisfação profissional quanto pessoal.

Motivação é sinônimo de entusiasmo, o que é fundamental para a saúde mental do colaborador e seu bem-estar no dia a dia. Com o onboarding, ele se sente mais livre para trocar experiências e opiniões com seus colegas e superiores.

Como fazer onboarding de novos colaboradores?

Como você pôde ver, se o RH da sua empresa não fazia onboarding de novos funcionários, passou da hora de começar.

Para isso, é preciso passar por algumas etapas, logo que o funcionário é admitido na empresa:

  1. Passe todas as informações relacionadas ao trabalho do colaborador em si: salário; horários; benefícios corporativos que vai receber e quando; quais são os seus superiores, colegas e subordinados; quais serão suas tarefas de maneira geral.
  2. Agora apresente a empresa, com vídeos institucionais e dados sobre a história da organização, fundadores, contexto atual, concorrentes principais, seus objetivos estratégicos, valores, visão e missão, números e resultados.
  3. Prepare o restante da equipe para a chegada do novo membro. Apresente-os, diga quem é o novo funcionário e o que ele vai fazer. É interessante que a equipe participe do onboarding com sentimento de receptividade, empatia e abertura para ensinar o que ele precisar.
  4. Algumas empresas ainda fazem eventos ou dinâmicas de grupo para apresentar os novos integrantes, principalmente quando foram recrutadas muitas pessoas de uma vez.
  5. Faça um tour pela empresa. Os novos colaboradores devem conhecer todas as áreas da empresa, locais para refeições, banheiros, salas de reunião e outras instalações. Ele se sentirá mais familiarizado com o novo local de trabalho.
  6. Deixe o espaço de trabalho preparado. Chame o pessoal de TI para instalar o computador ou outros equipamentos que ele vai precisar e já deixe tudo organizado para que ele comece com o que precisa à mão.
  7. Faça um treinamento mais técnico. É preciso que o funcionário tenha todas as informações para iniciar suas atividades e isso pode ser passado por um mentor ou gestor da área previamente definido. A capacitação é essencial para que a pessoa execute suas tarefas com qualidade e isso determina, lá na ponta, a entrega final ao cliente.

Onboarding digital: dá para fazer remoto?

Uma coisa é fazer o onboarding do novo colaborador presencialmente, mostrar a empresa, treiná-lo e fazer com que se relacione com os demais membros da equipe. Outra, bem diferente, é contratar uma pessoa remotamente e fazer com que ele se integre estando em home office.

Após a pandemia da Covid-19, momento em que 46% das empresas trabalham à distância ou em regime híbrido, muitos têm sentido dificuldade em incorporar o funcionário à rotina e, principalmente, fazer com que haja um bom relacionamento entre as equipes.

Por isso, é importante que o RH se adapte de maneira 360° para conseguir transmitir a nova cultura digital aos colaboradores.

Embora não seja totalmente igual ao contato pessoal, é possível fazer o onboarding digital com:

  • Treinamentos online, por chamada de vídeo;
  • Envio de materiais informativos, vídeos institucionais ou fotos da sede para que a empresa se torne mais tangível ao novo colaborador;
  • Reuniões virtuais com toda a equipe para apresentação do novo funcionário ou envio de email para toda a empresa;
  • Videochamadas periódicas com os gestores ou até com o próprio RH, para alinhamento das tarefas, feedbacks, esclarecimento de dúvidas;
  • Recursos que facilitem a interação entre os colaboradores, como grupos de WhatsApp, Google Chat, Telegram, que sejam menos impessoais que o email.

O importante é que o onboarding, seja virtual ou presencial, torne o negócio e as estratégias da empresa mais claras ao colaborador e que ele tenha ciência do seu papel na equipe, o organograma e pessoas a quem deve responder ou se consultar.

Quer saber como melhorar o relacionamento com seus funcionários e entre eles? Acesse o link e descubra agora 4 estratégias!

Quer conhecer mais sobre o benefício da EmCash? Preencha o formulário e entraremos em contato com você.